quinta-feira, 13 de setembro de 2007

Senhor Salvador do Mundo.


Senhor Salvador do Mundo.
Salva o homem de si mesmo.
Salva-o da irresponsabilidade social.
Salva-o da mentalidade comercial.
Salva-o do caos social.

Senhor Salvador do Mundo.
Salva o homem de si mesmo.
Salva-o da ganância.
Salva-o da avareza.
Salva-o do egoísmo.

Senhor Salvador do Mundo.
Salva o homem de si mesmo.
Salva-o da falta de amor.
Salva-o da falta de caridade.
Salva-o da falta de bondade.

Senhor Salvador do Mundo.
Salva o homem de si mesmo.
Salva-o da destruição do verde.
Salva-o da destruição da fauna.
Salva-o da destruição do mundo.

Que ele arquiteta.
Obscurecendo a visão da realidade.
Ensimesmado em pensamentos de riquezas.
Em quimeras de opulência.
Enquanto ocorre a Terra a decadência.

2 comentários:

Eduardo Fernandes disse...

Muito obrigado pela atenção e pela inspiração. Assim que receber novas mensagens prometo que atualizarei o site...

Poemas e encantos disse...

Espero sim.
Abraço fraternal.