quarta-feira, 19 de setembro de 2007

Até um dia.


Até um dia.
Quando o vendaval da vida novamente nos juntar.
Em lidas que a de porvir.

Até um dia.
Quando o destino reunir-nos novamente.
Em trabalhos edificantes.

Até um dia.
Em que estaremos de novos juntos na estrada.
E quem sabe dessa vez em gloriosa caminhada.

Até um dia.
Quando nossas histórias novamente se cruzarem.
E unidos possamos construir algo que valha a pena.

Até um dia.
Em que aberto nossos olhos da alma,
Coração sangrando de remorsos possamos reparar os nossos erros.

E nesse dia.
Iniciares nossas tarefas de amor ao próximo.
E de amor a nós mesmos.

E novamente companheiros.
Reedificaremos nossas ações.
Que tanto mal fizeram aos nossos irmãos.

2 comentários:

.solange disse...

Me sinto feliz em acreditar na existência desse "outro dia". Por mais que tentemos, não conseguimos muitas vezes trilhar por este caminho glorioso. Tento fazer o máximo, mas sei que meu máximo é o mínimo, e que se não fosse por "mais um dia", pouco tempo teria para reparar meus erros.
Beijos

Poemas e encantos disse...

Agradeço suas palavras. São sempre de esperança.
Bjus