quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Ao lar retornar.


Não vim para destruir.

O que me foi dado.

O que foi ensinado.

O que aprendi com o que fiz.

O que foi promulgado.

O que herdei.

O que recebi e lamentei.

O que nunca esquecerei.

O que jamais deixarei.

O que fui.

O que não sou.

O ódio e o amor.

O despeito.

O tirano.

O facínora.

O doutor.

O salvador.

O religioso em eterno louvor.

A este Ser que Tudo Criou.

Sou a soma do que fui.

Sou o que serei um dia.

Sou a sombra e sou a luz.

Sou a alma encarnecida.

Carne e alma unidas.

Morro e renasço a tantas eras.

E venho e vim.

Para tentar e conseguir

O caminho do Lar reencontrar.

Na Luz do Pai me extasiar.


Por fim.

2 comentários:

Karolina disse...

oiii!
tenho um presentinho pra vc no meu último post.
tenha um ótimo final de semana.
ABRAÇO

Mallika disse...

Obrigada querida.

Um beijo no coraçao.