terça-feira, 17 de março de 2009

Um dragão.

Desejo ser um dragão.

Sim, um imenso e belo dragão.

Com asas vermelhas de morcegos.

Escamas de serpentes.

Cortando o ar.

Entre as nuvens brancas e sedosas.

Nas asas doces do vento.

Em bailado rítmico com a Mãe Natureza.

Sibilando ou urrando.

Cantando canções de amor a Deus.

Agraciando-o com meu amor.

Um dragão da sorte.

Um dragão da abundância.

Destes que os chineses acham de bom alvitre.

Mas, um dragão.

Imenso e medonho.

Só e sem ninho.

Longe do solo.

Das misérias humanas.

Da pequenez dos homens.

Dos problemas cotidianos.

Só, somente o céu e eu.

A descortinar estrelas.

E a Glória.

Na forma do Universo.

5 comentários:

Anônimo disse...

Olá!

Adorei o seu poema "Um Dragão"!!!

Você tem myspace ou Orkut? Adoraria tê-la como amiga :)

Ass: Naja DracheN (podes me chamar de Nágâ)

Mallika disse...

Obrigada.

Você pode me adicionar?
O meu e-mail: mallikafittipaldi@yahoo.com.br
ficarei muito feliz.

Abraços.

Tenho o hi5.

Anônimo disse...

Lindo poema.
Parabéns.

Anônimo disse...

O meu filho de 6 anos precisava escrever um poema para recitar na escola e se emocionou com o seu.
Mesmo sendo um dos maiores que leu, fez questão de copiar para recitar na classe.
Achei que ia gostar de saber.
Parabéns!
Ana Luiza ( mãe do Gabriel)

Mallika disse...

Amei! Que bom que você me contou. Manda um Beijão para o Gabriel. Diga-lhe que o nome dele é de um Arcanjo. Um grande anjo de Deus. Que luta contra os anjos do mau e nos guia até Papai do céu.

Bênçãos Plenas!