segunda-feira, 30 de junho de 2008

Mãe Dulcíssima.


Tocas minha alma

Com teu amor.

Com teus olhos

Olha-me carinhosamente.


Teu olhar doce Mãe

Afasta as trevas da minha ignorância.

Senhora de Luz

Mãe de todos.


Tu que abraças o mundo

E os homens como teus filhos.

Nunca no abandonas


Roga por nós Senhora.

Apesar de nossos maus pendores

Ama-nos incondicionalmente.


Amo-te Mãe Maria.

Tua face

Teu sorriso

Tuas bênçãos.


Assim é.

(visite:
Poemas e Encantos II )


2 comentários:

Carlos Lopes disse...

Ola!!!

Obrigado pelo seu comentário.

Fiquei emocianado pelo seu Dom com as palavras, e muito particularmente por este poema de Devoção à nossa Santa Mãe.

Obrigado pela partilha.

um graaaaaaaande Abraço.
carlos

Poemas e encantos disse...

Obrigada.
Bondade sua.

Um abraço fraternal.