terça-feira, 24 de abril de 2012

A vida não para.

A vida não para.

Como trem na curva

Apitando às antigas

Chocalhando suas ferragens

Seus passageiros.


A vida não para.

Como carro na descida

Na ladeira

Na banguela

Em ponto morto.


A vida não para.

Como avião

Sobre o algodão das nuvens

Buscando a terra

Sobrevoando o mar.


A vida não para.

Mesmo como tu e eu

Cansados do caminho

Pés em brasa

Coração sozinho.

A vida não para...

Um comentário:

Gyant Ruschel disse...

Gostei! Tri o blog também!