domingo, 22 de janeiro de 2012

Rejeito.

Rejeito...

A falta de amor ao próximo,

A falta de auto-amor.

A censura que violenta,

A libertinagem que corrompe.

A falsa amizade,

A amizade que magoa.

As palavras torpes,

As palavras que humilham.

A mão que agride,

A mão que destrói.

A vida seca de carinho,

A vida sem esperança, sem um ninho.

Rejeito...

A tudo que desumaniza,

A tudo que torna mais animal o homem,

A tudo que nos retêm no lamaçal dos baixos instintos,

A tudo que nos afaste do Bem,

A tudo que nos afaste do Belo,

A tudo que nos afaste do Bom.

A tudo que nos afaste de Deus.