quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Desejo para quem partiu.

[PRStar.jpg]


Esteja livre tua alma nas mãos abertas de Deus.

Reconhecendo o mistério da continuação da vida.

O eterno viver em êxtase e prazer.
Que te cresçam as asas de anjos.

E voeje entre as órbitas dos orbes.

E conheça suas luas.

Brinques com as estrelas.
Reviva o encanto do canto divino e celeste.

E assista ao por da Terra.

Aí do Universo.
Que teu corpo rejuvenescido esteja vicejante.

E tua voz soe como sempre forte e trovejante.

Junto aos anjos que estarão contigo.

Eternamente.
Não esquecerás jamais a nós.

Que deixou por aqui um tempo.

Um pequeno espaço ínfimo na eternidade.
Teus filhos e netos amados.

Terão sempre teus pensamentos ao lado.

Impelindo-os a ir em frente, ir reto, ir verdadeiramente a Deus.

Através de todas as ações corretas que ensinastes.
Já não existe dor.

Já não existe medo.

Já não existe solidão.
Só a certeza da continuação.

Da vida eterna em harmonia.

Da alegria de quem tem hoje a certeza.

Da união da alma com seu Senhor.

2 comentários:

Eduarda disse...

Valeu a pena ter entrado e ler este poema cheio de paz e esperança.

bj

Runa disse...

A liberdade de todas as dores terrenas para quem parte e se liberta deste cativeiro. Belo poema. Parabéns.