segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Brotam


Brotam

Do coração do soldado ensandecido... Sangue.

Do coração do malfeitor... engano.

Do coração do mau político... corrupção.

Do coração do viciado... fragilidade.

Do coração do traficante... Maldade.

Do coração dos desonestos... Ansiedade.

Do coração do solitário... Saudades.

Do coração do aliciador... Remorsos.

Do coração dos destituídos... Revolta.

Do coração dos enganadores... Mentiras.

Do coração dos que traem... Culpa.

Dos corações dos trevosos... Agonia.

Do coração de Deus... Perdão.

domingo, 30 de agosto de 2009

Receio.

Receio.


Tenho medo

De errar e me dá mal.

Não acertar o caminho.

Perde-me por pouco.

Ser tentada e cair por muito.

Que dores me desesperem.

Que a felicidade me condene a não vê.

Não vê a vida que me rodeia,

Não vê a dor alheia.

Ainda tenho medo.

De não ter o esclarecimento necessário

O conhecimento preciso

Para agir como cristão

Budista

Taoísta

Umbandista

Confucionista

Espiritista

Espiritualista

Universalista

Enfim, não me comporta como verdadeiro irmão

De todo que me chega, bate a minha porta

Procurando conforto, paz, alivio para suas dores e solidão.


sábado, 29 de agosto de 2009

Fases.


Fases.


Jesus no ventre de Maria – bondade.

Jesus na lapinha – humildade.

Jesus criança – felicidade.

Jesus menino – aprendizagem.

Jesus carpinteiro – humanidade.

Jesus com os doutores – superioridade.

Jesus como Mestre – amorosidade.

Jesus abandonado – fatalidade.

Jesus crucificado – pura maldade.

Jesus ressuscitado – plenitude e liberdade.

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Ofereço.


Ofereço.

Ofereço flores

Flores de otimismo

Otimismo em cores

Cores mil

Mil vermelhos, azuis, violeta, rosas, anil

Anil escuro

Escuro como a noite

Noite em todas as flores

Flores e espinhos

Receba os espinhos

Espinhos e flores andam juntos

Juntos as flores os espinhos dão a conhecer

Conhecer a beleza, o perfume, a maciez, a fragilidade, a temporalidade

Temporalidade das flores em nossas vidas.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Pássaros livres.


Pássaros livres.


Não fujas

Não temas

Não sou teu juiz

Não sou teu carrasco

Não te condenarei

Nem poderei te perdoar

Não serei tuas correntes

Nem suas algemas

Caminharei contigo o quanto puder

Quando não mais

Descansarei

E tu poderás seguir em frente

Enquanto vejo tua silhueta a se afasta

Lágrimas rolarão em minha face

Mas, assim é o destino, a vida, o plano natural

Ficam os pais

Vão-se os filhos

Aves que aprendem a voar

Cada vez mais alto

Cada vez mais longe

Do ninho.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Procurando a Perfeição.

Procurando a Perfeição.


Há muitas eras procuro a perfeição.

Mas, até agora não encontrei.

Indaguei a muitos, muitos me mostraram caminhos

Que não me levaram a ela.

Já faz tanto tempo...

Mas, ainda a desejo.

Pode estar velhinha,

Cansada,

Deprimida,

Escondida,

Amuada,

Abandonada,

Marcada pela vida,

Desgastada com o rolar dos anos,

Senil,

Esquecida de si nos outros.

Pelos outros esquecida.

E você?

A viu?

Ou também andas a sua procura?

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Multiplique.



Uma lágrima

Uma gota de suor

Uma só palavra

Um sorriso

Uma prece

Uma esmola

Uma doação

Uma semente de amor

Pode mudar tantas coisas

Alegrar a tantos

Acudir a tantos

Saciar fome de alguns

Amenizar ao menos um sofredor.

Multiplique esses atos

Por cem

Por mil

Por milhões

Por bilhões

E a Terra de prova e expiação

Tornar-se-á o céu então.


domingo, 23 de agosto de 2009

Pacto.

O que te corrói a mim também corrói.

O que te destrói a mim também destrói.

O que te dói a mim também dói.

Viestes antes.

Mas, antes do antes decidimos juntas dividir

Todas as dores, todas as falhas, todas as tolices, toda solidão.

Dividimos nossa permanência nas nossas tocas.

Tocando nossas crias.

Perdoando os mesmos erros.

Amando sem ser amada.

E postergando o fim do amor.

Dividimos as doenças, o cansaço, a profissão, a depressão.

Dividimos a tolice de tentar ser melhor.

De errar menos.

De julgar menos.

De falar menos.

De atirar à pedra.

E ver o cisco no olho do irmão.

Dividimos corpos parecidos.

Defeitos e qualidades.

Dividimos um amor seco.

Sem abraços, sem carinhos, sem doçuras.

Um amor prático.

Apto e pronto a socorrer.

Ao menor sinal de fraqueza.

Esse foi nosso pacto.

Esse é nosso amor.

sábado, 22 de agosto de 2009

Onde está minha alegria?


Onde está minha alegria?

Sorrias quando eu sorria.

Onde está minha alegria?

Em que lugar tu adormeceste?

E te esqueci por tanto tempo.

Hoje te procuro e não acho.

Onde está minha alegria?

Que já não me enche o peito de bonança.

Meus olhos de luz,

Meu corpo de energia.

Desistisses de mim?

Esquecestes de mim?

Desamparastes meu coração?

Não te encontro em nenhum lugar.

Já corri o mundo.

Cada vilarejo, cidade, estado, país.

Nada...

Não te encontro nem no outro

Brincando de esconde, esconde.

Talvez tenhas morrido em mim

De fome

Fome de amor

Fome de ternura

Fome de risadas

Fome de se alegrar.

Desaparecida. 34



CriDesPar - Movimento Nacional em Defesa da Criança Desaparecida do Paraná



Vivian Florêncio – 6 anos
Data Nascimento: 07.11.01
Data Desaparecimento: 04.03.05
Local do Desaparecimento : Curitiba – Pr.
Nome da Mãe: Maria Emilia Cacciatore Florêncio
Características: cabelo e olhos castanho.
Histórico: Estava com a mãe (encontrada morta em Almirante Tamandaré). Tinham vindo ao centro de Curitiba encontrar-se com o suposto pai.

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Anseio


Anseio

Pela Tua Luz

Expulsando as trevas do meu paraíso

Pintando de azul e rosa

O céu da minha boca em sorriso.

Transformando meus dedos em galhos verdes

As unhas em flores mil.

Minhas palavras em ventos suaves

Meu olhar em água cristalina

Banhando a terra seca e ferida.

Meus pés em raízes gigantes

Sustentando a vida.

Tornando-me árvore que dá frutos

Que sombreia caminhos para viajantes

Repouso para os cansados.

Só tua Luz

Transformaria a figueira seca e fria

Em vida palpitante

Alegria.



Desaparecido. 33

CriDesPar - Movimento Nacional em Defesa da Criança Desaparecida do Paraná

Lucas Fernandes Monteiro – 6 anos
Data nascimento: 14.01.97
Data desaparecimento: 14.11.02
Local desaparecimento: Curitiba – Paraná – Brasil
Nome mãe: Santina Aparecida Monteiro Ramos
Características: moreno claro, olhos e cabelo castanho claro.
Histórico: A mãe lava roupas e pediu ao menino para atender sua irmã dentro de casa. Quando entrou em casa a menina estava só e não mais o encontrou.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

A não ser Tu.


Amei

Como pode amar um homem,

Como pode amar uma mulher,

Amei profundamente,

Em cada célula do meu corpo,

No sangue que corria nas veias,

Tu estavas.

Amei.

Cada momento,

Em meu pensamento o teu corpo divino,

Teu resplendor,

Tuas palavras,

Amei teu amor,

Sem nada me pedir,

Só que me perdesse em ti.

Amei.

Mesmo no fim,

No momento de agonia,

Nos cravos e espinhos,

Amei-te ainda mais e mais,

Ninguém a não ser Tu,

Desse ato de abandono,

Seria capaz.

Desaparecido. 32



CriDesPar - Movimento Nacional em Defesa da Criança Desaparecida do Paraná


Fernando Pereira de Paula – 10 anos

Data nascimento: 15.08.87
Data desaparecimento: 06.06.97
Local desaparecimento: Curitiba – Paraná – Brasil
Nome mãe: Tereza Pereira de Paula (falecida)
Nome pai: Ailton de Paula
Características: cicatriz na cabeça e pequeno defeito na perna direita. Sofre de problemas mentais. Devido ao acidente onde sua mãe faleceu e seu pai ficou incapaz.
Histórico: Sua avó Sra. Angélica de Paula, ficou responsável pelo menino. Entrou para preparar um chocolate ao garoto, quando retornou ele havia desaparecido.

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Humanos.


Na minha alma moram todos esses monstros

Que atacam a qualquer hora

Qualquer um.

São os que estrupam crianças,

Batem em idosos,

Queimam seus filhos,

Matam seus pais,

Incendeiam mendigos.

Todos, todos estão aqui comigo.

Fazendo parte dessa realidade bruta

Dessa vida desconexa

Dessa dor de ser “humano”.

Serão tão humanos como eu?

Posso considerar-me humano?

Frente ao espelho da consciência,

Frente a Verdade,

Frente ao Juiz,

Ao Juiz final.

Serão Luz? Serei Luz?

Ou tomados pelas trevas

Seremos arrojados aos abismos

Entre o ser e não ser

Sem forma ou cor

Sombras dementadas

Em busca da sobrevivência?

Desaparecido. 31

CriDesPar - Movimento Nacional em Defesa da Criança Desaparecida do Paraná


Osnei Ranea – 11 anos








20 anos (Projeção)

Data nascimento: 12.08.85
Data desaparecimento: 07.03.97
Local desaparecimento: Curitiba – Paraná – Brasil
Nome mãe: Maria de Lurdes da C. Borges Ranea
Nome pai: Osmei Ranea
Características: moreno claro, olhos preto, cabelos castanho encaracolado.
Histórico: Saiu de casa para ir nadar na piscina do centro de Treinamento para Bombeiros, perto de sua casa e não mais retornou.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Quem aqui vem, vem em busca de mistério


Quem aqui vem, vem em busca de mistério

Não de respostas prontas e verdadeiramente verdadeiras.

Vêm atrás de um fio de esperança

Uma teia tremulante de aranha.

Que talvez lhe dê um consolo

Ou sivar para tapa-lhes os olhos da verdade em que crer.

Eles vêm, vê e vão

Alguns tão ocos como chegaram

Outros com alguma semente que se esfoçará para brotar

Algum compreenderá como eu o que escrevo.

As palavras continuarão correndo

Como um rio limpo ou sujo

Não importa.

O importante é que esteja aqui

No momento em que se quer ler

Em que se busca algo

Mesmo sem saber o que.

Num blog de letras cinza, de desaparecidos, de mortos e vivos.

Desaparecido. 31

CriDesPar - Movimento Nacional em Defesa da Criança Desaparecida do Paraná



Luana de Oliveira Lopes 5 anos
Data nascimento: 12.03.95
Data desaparecimento: 16.11.03
Local desaparecimento: Florestópolis – Paraná - Brasil
Nome mãe: Neide de Oliveira Lopes
Nome pai: Sérgio de Oliveira Lopes
Características: pele clara, olhos e cabelo castanho.
Histórico: Voltava para casa com o irmão de 8 anos em uma estrada rural em direção a fazenda Santa Luzia. Foram seqüestrados por um homem que dirigia um caminhão baú. O menino foi espancado e abandonado em um matagal. A pequena Luana foi colocada na carroceria do baú.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Quando cessa a luta.


Quando cessa a luta.

E já não há mais desejos.

Não têm imensa importância todas as lágrimas.

As mãos que te tocam não te esquentam.

Os olhos que te fitam não te confortam.

Palavras soltas nada lhe dizem.

Não há mais vontade.

Olha-os um a um.

A todos que estão presentes.

Relembras tuas história de vida com cada um deles.

Um sorriso teu.

Alegria deles.

Mas, vem o cansaço.

O cansaço de um luta árdua.

O cansaço de uma luta longa.

O cansaço de persistir.

Olha-os e sorrir pela última vez.

Tentando se despedi com alegria e consolá-los.

Pena que não entendem.

E vens então comigo.

Desaparecido. 30



CriDesPar - Movimento Nacional em Defesa da Criança Desaparecida do Paraná








Cláudio Giovani da Silva Botzan – 10 anos
Data nascimento: 29.01.93
Data desaparecimento: 24.08.03
Local desaparecimento: Colombo – Paraná - Brasil
Nome mãe: Véra Lúcia da Silva
Nome do pai: Vanderlei Botzan
Características: moreno escuro, dentes separados, cicatriz em um lado da perna, em virtude de cirurgia. Cabelos crespos preto. Olhos pretos.
Histórico: Saiu com o irmão Alex, para ir à casa de um amigo. Haviam comentado em casa que ganharam um cavalo, não se sabe de quem.

domingo, 16 de agosto de 2009

Flores e amores.


O amor
Bonito, lindo, adorável

Se tratado, amado, cuidado.

Floresce em todo canto

Quanto recebe a luz de que o ama

E o ama como ele é

Vermelho feito tulipa

Branco feito lírio

Rosa feito rosa

Amarelo como cravo

Grande como girassol

Pequeno feito flor silvestre

Vindo do lodo feito lótus.

Não importa sua origem

Não importa sua vida

Importa que lá esteja

Para ser admirado

Acariciado

Bem tratado

Abençoado

Amor.

Desaparecido. 29

CriDesPar - Movimento Nacional em Defesa da Criança Desaparecida do Paraná


Alex da Silva Botzan – 9 anos
Data nascimento: 15.09.94
Data desaparecimento: 24.08.03
Local desaparecimento: Colombo – Paraná – Brasil
Nome mãe: Véra Lúcia da Silva
Nome pai: Vanderlei Botzan
Características: moreno claro, magro, dente da frente, quebrado, falha na sobrancelha direita. Olhos e cabelo preto.
Histórico: Saiu com o irmão Cláudio, para ir à casa de um amigo a 1 km. Haviam comentado em casa que ganharam um cavalo, não se sabe de quem.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Explode beleza!


Explode beleza!

Nas cores d’ouro do Pai Sol

Em pleno vivificamento da vida.

No calor que aquece a pele e a rosácea.

Explode beleza!

No balançar das folhas coqueirais.

No ir e vim das marolas, das ondas.

Na areia fina que brinca de pião.

Explode beleza!

Num céu azul indescritível

De nuvens brancas e coloridas

Que brincam de pega-pega.

Explode beleza!

Nos milhões de olhos

Verdes, azuis, marrons, negros

Que param um momento, um instante, um segundo

E saúdam a pintura da natureza

Tão próxima de suas vidas.

Curso e Iniciação – Reiki Nível I




Reiki Nível I - Curso e Iniciação. Use suas mãos para cura.

O Reiki é uma terapia complementar, ou seja, um tratamento que pode ser usado conjuntamente com o tratamento médico para levar a efeito a cura total da mente, do corpo e das emoções.É administrada pela técnica de imposição de mãos do reikiano. E pode ser auto aplicado.
Promovendo o relaxamento ajuda a eliminar o stress, pânico, depressão, dor crônica, doença degenerativa, desintoxica o organismo e favorece a auto cura, ativa o sistema imunológico e age nas causas dos mais diversos males.

O Reiki não é uma religião é uma técnica de cura energética de origem japonesa.
Linhagem Reikiana a ser recebida.

Mikao Usui

Chujiro Hayashi

Hawao Takata

John Harvey Gray e Lourdes Gray

José Joacir dos Santos

Mallika Fittipaldi

Você

Data: 12 e 19 de setembro (sábados).

Horário: 09h30 às 17300

Local: av. Getúlio Vargas, 930 – sala 06. Bairro Novo – Olinda – PE.

Serão conferidas apostilas e certificados com selos da Associação de Mestre e Terapeutas de Reiki.

Investimento: R$ 150,00 (Dividido em duas parcelas: inscrição e cheque para 30 dias).

Informações: Mallikafittipaldi@yahoo.com.br (81- 96212409)
Reiki.

A maioria das pessoas acredita que o Sistema Reiki Tradicional é um modo de cura energética. Contudo o Reiki vai muito, muito mais além do que a cura do corpo físico.

No corpo etérico ele reconstrói, harmoniza, restaura, restabelece o funcionamento perfeito dos moldes energéticos vitais dos órgãos do corpo físico. Afasta energias deletérias, purifica queimando os miasmas, os vibriões, os parasitas, as formas deformadas de pensamentos densos, oriundos de nossos próprios comportamentos errôneos ou enviados. Desfaz chips implantados pelas comunidades que estão do lado escuro da Força.

No corpo emocional equilibra nossos sentimentos, nos faz reconhecer os nossos melindres, nos dá força para combater a angústia, ansiedade e depressão. Torna-nos consciente dos nossos estados de ânimos e concede-nos forças para sair de estados negativos para positivos.No corpo mental direciona nossos pensamentos para regiões mais elevadas, para a manutenção de nossa atenção na Luz. Apontando-nos o caminho da evolução espiritual.

O Reiki muda o reikiano.

Transforma sua vida de forma definitiva. Afastando-o da ilusão, da fascinação, de maia. Recolocando-o no seu verdadeiro Caminho. Transformando no Plano Realizado de sua alma.O Reiki ainda nos protege das obsessões, da auto-obsessão, de vampirismo, dos vírus e bactérias que estão chegando do plano etérico e astral através do trabalho de magos negros e cientistas das sombras.

O Reiki é Fogo Purificador.O Reiki é Proteção EspiritualO Reiki é Proteção Física.O Reiki é um Ampliador de Vibrações.

Prepare-se para as mudanças que estão ocorrendo. Una-se a milhões de pessoas em todo mundo que já reconheceram e foram beneficiados por essa energia Divina. Torne-se um reikiano. Ajude e ajude-se a torna esse mundo e você mesmo em algo bem melhor.

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Existe tanta beleza

Existe tanta beleza

O colibri parado no ar

O gavião em imensa altura a plainar.

O silêncio, majestoso do fundo do negro mar

O balé dos golfinhos

O canto da jubarte

As flores campestres

As orquídeas das estufas

O capim crescendo livre morro acima

A cascata límpida escorregando entre pedras e limo

O jovem voando de asa delta

Pairando sobre as ondas em pranchas

Casais de mãos dados

Olhos nos olhos

Encantos de amor.

CriDesPar - Movimento Nacional em Defesa da Criança Desaparecida do Paraná





Cristiano José Guido – 14 anos
Data nascimento: 29.07.83
Data desaparecimento: 20.02.00
Local desaparecimento: Curitiba – Paraná – Brasil
Nome mãe: Eva de Fátima da Silva
Nome do pai: José Guido Pereira
Características: moreno claro, 1.78 alt. Olhos e cabelo castanho.
Histórico: Saiu de casa em companhia de um paraplégico e que segundo informações, Guido dirigia o carro que foi encontrado abandonado, na região metropolitana de Curitiba. Do adolescente não se teve mais notícias

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Só agora.


Só agora.

Por onde andei?

Que estradas cruzei?

Encruzilhadas escolhi?

Trilhas passei?

Que caminhos segui?

Com tanta pressa que nem lembro.

Das paisagens.

Se existiam flores ou canteiros.

Rosas ou jasmim.

O céu era azul ou rubro entardecer.

Olhava sempre à frente.

Passavam os vilarejos e suas casas.

Moças bonitas.

Crianças sorridentes.

Pássaros cortavam o ar.

Ninhos escondiam seus filhotes.

Pequenos castelos humanos em mania de grandeza.

Eu seguia em frente, sempre em frente.

Nada era mais importante que meu futuro.

O louvor a mim mesmo.

A fama.

A fortuna.

Foi-se o passado.

Não vivi o presente.

E hoje descubro que não há futuro.

Só o agora.




CriDesPar - Movimento Nacional em Defesa da Criança Desaparecida do Paraná



Vanessa Cristina Noss – 12 anos
Data nascimento: 26.06.91
Data desaparecimento: 13.03.03
Local desaparecimento: Carambeí – Paraná – Brasil
Nome mãe: Geni Ferreira de Lima
Nome do pai: Edgar Ferreira de Lima
Características: pele clara, olhos castanho, cabelos encaracolados castanho claro.
Histórico: Saiu de casa, uma chácara em Carambeí, de bicicleta para ir a escola. No retorno, foi pegar a bicicleta na borracharia onde a deixa, pois dali em diante ia à Kombi da Prefeitura e como estava com o pneu furado, seguiu para casa a pé. Passou na mercearia, comprou o que a mãe pedira e desapareceu no caminho até sua casa, cerca de 1 km.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Diferentes.


Diferentes.

Éramos diferentes.

Sonhávamos.

Solidários.

Tínhamos senso de justiça.

Estendíamos mãos.

Abraçávamos causas.

Lutávamos por um mundo melhor.

Arriscávamos nossa integridade.

Sorriamos dos perigos.

Corríamos perigos.

Tudo por um companheiro.

Nenhuma, nunca, uma traição.

Reformadores de bar.

Que entre uma cerveja e outra mudávamos o mundo.

Foram-se os sonhos, a solidariedade, a justiça, as causas, o mundo melhor, os perigos, os

companheiros, as cervejas, os bares.

E traímos as pessoas mais importantes do mundo: nós

Desaparecido. 26

CriDesPar - Movimento Nacional em Defesa da Criança Desaparecida do Paraná






Ana Paula Padilha – 8 anos
Data nascimento: 21.08.95
Data desaparecimento: 13.01.03
Local desaparecimento: Lapa – Paraná – Brasil
Nome mãe: Lucinete Padilha
Nome pai: Paulo Sérgio Knopik dos Santos
Características: cabelo loiro encaracolados, olhos castanho.
Histórico: A noite foi dormir entre duas irmãs, de 10 e 6 anos. Pela manhã não estava no quarto e ninguém mais a viu.

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Esperanças.

Esperanças.

Espero um homem melhor.

Dos que tantos que existiram.

Daqueles que transformaram O utensílio de ferro

Em espada.

O cavalo que arava o prado

Em carro de guerra.

O veleiro que singrava docemente o mar

Em navios negreiros.

Fogos de artifícios

Em balas de canhão.

Crianças

Em soldados.

Mulheres

Em bombas.

A paz.

Em guerra

Desaparecido. 25

CriDesPar - Movimento Nacional em Defesa da Criança Desaparecida do Paraná






Leonardo de Mello e Silva – 3 anos
Data nascimento: 06.02.98
Data desaparecimento: 14.10.01
Local desaparecimento: Umuarama – Paraná – Brasil
Nome mãe: Leonice Furtado de Mello e Silva
Nome do pai: Edno Pereira da Silva
Características: cor branca, pele clara. Olhos e cabelo preto
Histórico: Brincava com amiguinhos em um monte de areia próximo a sua casa. Quando sua mãe o chamou, ninguém mais o tinha visto.

domingo, 9 de agosto de 2009

Ho' oponopono



Ho 'oponopono

Nem que seja teu último ato

Teu último olhar

Teu último sorriso

Tua última palavra

Teu último gesto

Tua despedida final

Teu desenlace

Teu desencarne

Teu fim neste mundo

Causado

Pelo desencanto

Pela fome de amor

Pela indiferença de todos

Pelas humilhações

Pelas dores

Pelas doenças

Pelos vícios

Pela violência

“Sinto muito, Perdoe, Te amo, Sou grato”.

CriDesPar - Movimento Nacional em Defesa da Criança Desaparecida do Paraná

Ana Claudia Zanatelli Manoel – 12 anos

Nascimento: 04.05.89
Desaparecimento: 20.07.01
Local desaparecimento: Tapejara – Paraná – Brasil
Nome mãe: Jovelina Zanatelli Manoel
Nome pai: Wilson Castro
Características: morena, 1.65 alt. Olhos e cabelo preto.
Histórico: saiu de bicicleta para ir a uma amiga, duas quadras distante. Não chegou lá e desapareceu juntamente com a bicicleta.

sábado, 8 de agosto de 2009

Sandice.

Será tão pavorosa a solidão que enlouquece?

Ou nos deixa mais livres, soltos, verdadeiros?

Traz-nos a dor do silêncio que entristece?

Ou nos põe a pensar no que é Verdadeiro?

Quem sabe nos leva a alamedas escuras?

Quem sabe nos guia a Luz Divina?

Talvez perpetue nossa amargura?

Talvez nos retire da mesmice?

Abandonados as moscas como na sandice?

Ou nos tornara o louco do Tarô?

Lançando-nos a pontes quase intransponíveis?

O reconhecimento da nossa alma e do nosso Senhor?


Desaparecido. 15



CriDesPar - Movimento Nacional em Defesa da Criança Desaparecida do Paraná



Juliano Ferreira do Nascimento – 12 anos
Nascimento: 04.09.86
Desaparecimento: 18/06/99
Local desaparecimento: Curitiba – Paraná – Brasil
Nome mãe: Rosemari de Jesus Duarte do Nascimento
Nome do pai: David Ferreira do Nascimento
Características:moreno claro, cabelo e olhos castanho. Pequena cicatriz na testa.
Histórico: Saiu da casa de sua mãe para ir até sua avó.Não chegou lá e não foi mais visto.