sábado, 19 de julho de 2008

Teu prazer.

O que dá prazer.

Teu corpo?

Que envelhecerá, se encurvará, enrugará.

Ficará doente e cheio de dores.

Tua beleza?

Que será diluída, apagada, destruída.

Com o passar dos anos.

Teu dinheiro?

Que não te compra amigos, amores, benevolência.

E chama para ti abutres e espertalhões.

Tua visão de águia?

Que diminuirá, terá catarata, glaucoma.

Podendo te levar a total escuridão.

Tua mente brilhante?

Que a qualquer momento pode falhar

E te tornares um demente, um louco, um tolo.

O sexo abundante?

Que faz teu corpo jovem ser desejado

Mas, o envelhecer o fará repudiado.

Teus filhos?

Que crescerão

E te abandonarão para seguir suas próprias vidas.

Teus amigos?

Que ficarão pelos caminhos

Pois, não podem seguir a tua estrada.

Teu cônjuge?

Quase sempre cheio de magoas

Por não se achar compreendido e amado como deveria.

Teu trabalho?

Quando chegará uma hora

Que não poderá mais realizá-lo.

O que hoje te dá prazer

Amanhã será tua angústia.

Pensas, refletes...

Põe teu prazer na Verdade.

No que é Eterno e Imutável.

Deus.

(visite:
Poemas e Encantos II )


2 comentários:

RosanAzul disse...

como sempre querida amiga, lindos textos e imagens tbem, lindo demais... preciso falar com vc...
Beijos,
Ro

Poemas e encantos disse...

Oi Ro.

Obrigada pela visita e comentário.

Estou às ordens.

bjus.