segunda-feira, 31 de março de 2008

Saiba.

Perdão.

Mesmo longe saiba que te amo.

Se não conseguir demonstrar isso satisfatoriamente, desculpe.

A vida é tão corrida.

Tão cheia de pequenas coisas a fazer.

Que nos consome o tempo de viver.

De aproveitar nossa estada.

Perdão por não te ter dado a merecida atenção.

Perdão por estar cansada e não te visitar.

Perdão por cada palavra rude.

Perdão por cada olhar de reprovação.

Perdão.

Porém, acredite há tanto amor nesse meu coração.

Que infelizmente não consegui demostrar.

Os caminhos se cruzam.

E descruzam.

As encruzilhadas do destino nos separam.

Mas, o amor nos une eternamente.

E em algum lugar...

Em outro tempo...

Em outro corpo...

Em outra relação...

Continuaremos a nos conhecer, a nos amar, a nos aproximar.

Até que eu e você sejamos realmente uma alma só.

No conjunto de almas ao qual pertencemos.


(visite:
Poemas e Encantos II )

2 comentários:

RosanAzul disse...

Não preciso te dizer que adorei esta! (e)
Teu blog é uma caixinha de surpreza!
Ainda não consegui te escrever amiga....
Mas não esqueci...
Que Deus esteja sempre contigo!
Paz e Bem!
RosanAzul

Poemas e encantos disse...

Obrigada rosa.
Também acompanho o seu e o acho inspirador.
mallika.