domingo, 16 de setembro de 2007

Permite.


Onde poderia tanta luz vê..
Onde encontraria outro ser.
Que tivesse luz igual a tua.

Teu espírito é Sol que desponta.
E alva estrela que refulge.
É energia pura.

Não há mácula em tua alma.
Não há erro a ser consertado.
Não há pecado.

Tuas mãos são limpas.
Limpas de sangue alheio.
Limpas de qualquer devaneio.

Teus olhos são pura brandura.
Teu olhar distribui candura.
Ver-te é êxtase.

Nem que seja só por um momento.
Fugaz momento em minha vida.
Deixa-me sentir tua guarida.

Em tuas mãos repousa a minha paz.
És Tu minha coluna.
Divina tua condução.

Jesus irmão.

3 comentários:

.solange disse...

Pra fazer o bem não é preciso pedir licença... Mas fico muito grata por vc ter colocado meu blog no seu. É sempre gratificante quando alguém reconhece e gosta do que a gente faz. Eu tb não colocaria o teu no meu se fosse diferente.
Etiqueta? Não passa de fomalidade e é totalmente dispensável entre pessoas que se querem bem, não acha?
Uma ótima semana pra vc.
E que Jesus, nosso irmão esteja sempre do teu lado.
Beijos

Poemas e encantos disse...

Obrigada.
Boa semana.
bjus.

Leandro Flores disse...

Obrigado