quinta-feira, 9 de agosto de 2007

Verdadeiro amor.


Alma gêmea como te amei.

Em teu leito delirei o amor humano.

Em teus braços conheci o gozo do amor mundano.

Passeei nas estrelas em lábios teu.

Gerei em meu ventre tuas sementes.

Morreria por ti...

Alma gêmea como te amei...

Tinha a certeza do nosso encontro.

Vivenciei cada minuto como sendo último.

Tu eras a minha dádiva de amor.

Eras a minha vida, o Sol, o calor.

Alma gêmea como te amei...

Busquei em ti tudo que me fazia falta.

Tuas palavras eram bálsamo para minhas dores.

Teus olhares meus amores.

Em ti me completei.

Alma gêmea como te amei...

Acreditava que eras minha parte que faltava.

Que tínhamos sido amantes, amigos, irmãos em vidas outras.

E que nos reencontrado agora seriamos inseparáveis.

Alma gêmea como te amei...

E te encontro hoje em outros braços.

E são teus olhos para outro ser.

E teu amor já não acompanha meus passos.

E estou só.

Alma gêmea como te amei...

E hoje me encontro frente a verdade.

Que o amor humano é passageiro.

Só o amor divino é perpetuo, é inteiro.

Volto aos braços de quem sempre me amou.

Que me aceita como sou.

Que jamais me abandonou.

O Pai celeste de infinito amor.

3 comentários:

Angélica disse...

Olá querida :)

Surpreendi-me com este texto, tão sentido e verdadeiro.

Desejo sinceramente que encontres um novo amor e que estejas disposta a recomeçar com todas as bençãos que mereces.

A Vida sempre nos reserva o melhor, e ainda que não percebamos a utilidade da dor no momento, o tempo se responsabilizará pela nossa felicidade vindoura...

Eu tb já sofri mt no passado, mas hoje sou feliz... :)

Beijinhos com amizade :)

Poemas e encantos disse...

Oi Angélica.

De amor sofremos todos.
Contudo esse poema não se refere aos meus sentimentos atuais. Na realidade, “entrei” na história de uma pessoa que amo muito. Mas, de forma fraternal. E que está passando essa situação. Escrevi viajando nos sentimentos dela. É o que chamo de empatia (entrar no campo vibratório de outro, sentir o que ele sente, “pescar” no fundo do inconsciente o que o outro está sentido), não vivemos todos nós situações semelhantes?
E obrigada pelos seus votos. Você foi muito gentil na sua preocupação.
Abraços fraternais.

Angélica disse...

És uma querida e dedicada amiga :)
e eu transfiro os votos para a pessoa a quem te referes... ;)

Um abraço carinhoso