terça-feira, 7 de agosto de 2007

Como não amar?


Tuas doces palavras que me guiam.

Tuas mãos que me mantém.

Tua vida de bons exemplos.

Teu olhar que adoça meu coração.


Como não amar?

Teus pés que caminharam em suplício.

Tua voz que por tantos clamou perdão.

Teu sacrifício que transformou almas.


Como não te amar?

Quando eras amor em vida.

Quando mostrastes o caminho.

Quando criastes esperanças.

Quando curastes tantas chagas.


Como não te amar?

Se és amigo fiel.

Guardião eterno.

Guia incansável.

Amor infinito.


Como não te amar Jesus.

3 comentários:

Angélica disse...

Parabéns pelo blog!

Lindas reflexões e necessários ensinamentos!

Sou espírita e considero a reforma íntima a mais urgente de todas as teorias... e Jesus, o Amado Mestre de Amor e Caridade, o mais sublime de todos os exemplos...

Abraços com carinho!

Poemas e encantos disse...

Obrigada pela visita. Seu blog também é muitooooooooooo bonito.
Abraço fraterno.

Angélica disse...

Muito obrigada pela visita tb! :)

Que bom que gostaste do blog, espero que voltes sempre...

Estou adorando passar aqui e ler teus poemas!

Abraços!