domingo, 29 de julho de 2007

Solitários.


Solitários são os que não sabem que nunca estão sós.
São os que pela senda da vida caminham envoltos em seus próprios problemas.
E que esquecem de olhar em volta para ver o outro.

Solitários são os que nunca se preocuparam em buscar amigos.
Que fechados em suas experiências esqueceram de dividi-las com o outro.
E assim perambulam sem companhia.

Solitários todos que permanecem envoltos nas redes do orgulho.
E que pensando só em si não lembram do outro.
E assim permanecem na solidão.

Solitários todos aqueles qeu não aprenderam a dividir.
E continuar a amealhar somente para si esquecendo o outro.
E ricos de bens possuem um coração vazio.

Solitários todos aqueles que não compreenderam a mensagem da Boa Nova.
E permanecem ateados a velhos conceitos de comportamento.
Onde eles são sempre mais importantes.

Serão sempre solitários:
Os cegos de espírito.
Os egoístas.
Os avarentos.

Os que não creram na Boa Nova.
E não colocaram.
As palavras do Nazareno no coração.

5 comentários:

admin disse...

Estou só.
Sinto isso desde sempre;
não consigo entender tanta solidão dentro do meu peito.
Acredito no sacrifício de Jesus e nas suas promessas diárias. Só não acredito que as mereço.

Mallika disse...

Com certeza merece.
As promessas do Cristo foram para todas as pessoas, sem exceção, todas, as doentes e as sãs.
Dentro de cada um de nós habita uma fagulha divina (independente do que somos ou fazemos), somos todos filhos da Divindade que o Cristo nos apresentou como Puro Amor.
Aceite o Amor em sua vida, as coisas boas, aceite a você como você é. Ame-se, o mais profundamente possível e impossível, e poderá amar a outros.
Paz Profunda.
Obrigada pela visita e pelo comentário.
Abraço fraterno.

Anônimo disse...

sempre fui sozinho mas não me importei. concordo que a solidao é ruim,mas só para aqueles que nao a apreciam

Mallika disse...

Olá amigo visitante.

Realmente existe solidão e solidão.
Quando bem compreendida e aceita a solidão é uma bênção. Nela encontramos a nós mesmo, temos tempo para nós, meditamos sobre o universo das ocorrências.
Sem nos preocuparmos em buscar sempre algo novo para preencher nosso tempo e não nos inclinarmos sobre nossa vivência.
Ou seja, sem viver fugindo do que somos.
Obrigada pela visita e palavras.

Cristino Fernando disse...

Solid@o e* tanto so quanto viver em si,, andar so e sem olhar nas lados para cruzar os olhos com outrem.. faz o caminho longo e extreito