Pequenos poemas d'alma

Pequenos poemas d'alma
Nas palavras tortas, cheias ou ocas o murmurio fascinante de minha alma.

sábado, 2 de junho de 2007

Superação

Nada há que não possa ser superado.
A dor da perda, a doença maldita, a pobreza inesperada.
Tudo por ser vencido.

Talvez não do jeito que desejas.
Mas, da maneira que é melhor para ti.
No fundo pouco sabes de ti mesmo.

E o Cosmo que te vela.
Conhece-te profundamente.
E te atende as necessidades.

Se pensas em tua vida só na carne.
Te enlameia e te emaranhas nas torpezas humanas.
E perde tua alma eterna.

Não servirás como exemplo para teu espírito.
E toda a tua vida se escoara.
Como a areia na ampulheta.

Sejas forte.
Pois de ti se espera muito.
Não caias perante as provas da vida.

Todas elas passarão.
E verás no fim da vida na carne.
A Luz infinita da Divindade.

2 comentários:

ale disse...

muito linda essa mensagem!!! Obrigada por fazer a diferença em minha vida!!! Bjsss

ale disse...

Linda mensagem! Obrigada por fazer a diferença em minha vida!