sexta-feira, 25 de maio de 2007

Tua Luz em mim


Que dor é essa trancada no peito
Que não acredita no auxilio da providência.

Que se mascara em risos e cabeça erguida
Quando a mente está apavorada pelo medo.

Que situação é essa em que me coloca o Universo
Com a qual não sei como lidar.

E vou aprendendo aos trancos e barrancos
Entre muitos erros e menos acertos.

Que sensação de abandono me ataca
Frente essa dor e maus presságios.

Onde estão aqueles que deveriam estar comigo
Enfrentando essa batalha.

Rogo a Deus forças par suportar, sabedoria para agir, paciência e equilíbrio.
Já não sei mais o que devo fazer.

E só posso contar contigo
Que estás silencioso sempre comigo.

Mesmo nessas horas negras.
És o brilho intenso da minha alma.

Bastando-me voltar para dentro
E enxergar Tua Luz em mim.

Nenhum comentário: