domingo, 4 de março de 2007

Momentos




Existem momentos na vida em que tudo parece ruir.
Em que as dores da alma são tão profundas que nos rasgam o peito.
E nossas esperanças diminuem e se confundem.

Nesses momentos tristes e dolorosos
Devemos voltar nossos olhos para Deus
Pois lá está o lugar onde encontraremos a paz
Como também a força necessária para enfrentar o problema.

Sempre teremos uma nova chance.
Uma nova estrada.
Um novo caminho.
Nada finda.

A cada dia o Sol nasce.
E traz com ele a chama da renovação.
O calor da vida.
A promessa da continuação.

Não há deserdados do Pai.
Não há abandono.
Quando nos aconchegamos no seio divino.
Somos atendidos nas nossas necessidades.

Existem lágrimas e lágrimas.







Existem...






Lágrimas de arrependimento.


Lágrimas de saudades.


Lágrimas de alegria.


Lágrimas de tristeza.


Lágrimas de comoção.


Lágrimas de irritação.


Lágrimas de persuasão.


Lágrimas de crocodilo.


Lágrimas de falsidade.


Lágrimas de desonestidade.

 
Lágrimas que alegram.


Lágrimas que entristecem.


Lágrimas que enaltecem.


Lágrimas que purificam.


Lágrimas que prejudicam.


Lágrimas que elevam.


 
Lágrimas que embrutece.

 
São tantos tipos de lágrimas.

 
Que fico a me perguntar:

 
São todas necessárias

 
Para os males de alma sanar?